Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content

Bem-vindo ao site da Camara

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content

ATA ORDINÁRIA Nº 03/2020

ATA ORDINÁRIA Nº 03/2020

Aos nove dias do mês de março, do ano de dois mil e vinte (09.03.2020), às 20
horas 30 minutos, na Cidade de São José do Norte, Estado do Rio Grande do
Sul, Republica Federativa do Brasil, nas dependências do Plenário Caetano José
Travassos, reuniram-se, na forma regimental, os Vereadores: Paulo Roberto da
Silva de Moraes, Christino Mattos de Azevedo, Jorge Luiz Ritter Penteado,
Luiz Polis da Silva, Luiz Sidnei Bravo Gautério Júnior, Vitor Matheus
Oliveira Jabor, Fernando Antonio Machado, Ildomar Xavier da Costa e
Neromar de Araújo Guimarães. Abertos os trabalhos pelo Vereador Presidente
Jorge Luiz Ritter Penteado, foi procedido à verificação do quórum regimental.
Posteriormente, foi procedida a leitura do Trecho Bíblico pelo Vereador
Christino Mattos de Azevedo. O Vereador Presidente Jorge Luiz Ritter Penteado
solicitou ao vereador secretário que fizesse a leitura da ata da sessão plenária anterior.
A seguir foi colocada a ata da sessão plenária anterior em discussão: Não houve
manifestação. Em votação a ata da Sessão Plenária anterior. Aprovada por unanimidade
na forma regimental. Expediente: Pedido de Informação n°003/2020 de autoria do
vereador Fernando Antônio Machado. Indicação n°003/2020 de autoria do vereador
Fernando Antônio Machado. Na Ordem do Dia: Indicaçãon°002/2020 de autoria do
vereador Fernando Antônio Machado. Em discussão. O vereador Fernando Antônio
Machado, mora nas proximidades da praça e ouve dia a dia a reclamação inclusive é
cobrado pelo Bonaô e pelo Miguel que sempre estão no local e cobram, disse ainda
que o banheiro foi feito pelo Doutor Parobé em 1960 e aquele banheiro hoje era uma
vergonha bem como a praça, e se revindicam turismo tinham que apresentar
melhorias, se o chafariz não tinha condições de funcionar precisa revitalizar. O vereador
Jorge Luiz Ritter Penteado durante as férias encaminhou oficio ao gabinete solicitando
que arrumassem os banheiros, pois sua assessoria esteve no local não tinha torneiras,
tampas de vazo, era uma casa abandonada e antigamente tinha um guarda e até uma
pessoa que fazia limpeza a higienização e o governo atendeu e mandou fazer uma
modificação no banheiro, mas era superficial, e lembrou que no ultimo governo do

PDT em São José do Norte o chafariz funcionava. Em votação. Aprovado por
unanimidade. Requerimento n°002/2020 de autoria do vereador Luiz Sidnei Bravo
Gautério Junior. Em discussão: O vereador Luiz Sidnei Bravo Gautério Junior, se
desculpou com a comunidade religiosa adventista, pois evidentemente o
acampamento não era Batista, e lembrou ter sido mais um trabalho que vem pedido
para a localidade do Barranco, pois a comunidade vem investindo no local, saindo
pousadas, restaurantes, petiscarias e relembrou que no ultimo ano pediu a iluminação
na beira da praia, e agora pede que seja feito um projeto para pavimentação até a
descida da praia desde o local do acampamento e explicou que se era um balneário
que se pense em fazer esse investimento e com o aumento de receita a Prefeita possa
dar prioridade e querem saber o projeto para saber quanto custa para que ele e os
demais vereadores possam diante de suas bancadas buscarem emendas parlamentares
para o projeto. O vereador Vitor Matheus Oliveira Jabor parabenizou o proponente
da matéria onde encontrou um rapaz que referiu que a sua intervenção foi importante
em colocar barro na descida e fez justiça onde disse que o vereador Luiz Gauterio
entrou pedindo a pavimentação no local, por que era muito importante já que
comunidade estava valorizando muito o espaço e o poder publico tem que fazer a sua
parte. O vereador Neromar de Araujo Guimarães parabenizou o proponente onde
inclusive precisa de uma engenharia um estudo bem feito, pois o local tem uma força
de água extraordinária e acha importante, pois precisa estar muito atendo para que
seja feito um trabalho muito bem feito para a comunidade e isso que estava sendo
proposto pelo vereador proponente da matéria. O vereador Paulo Roberto da Silva
de Moraes parabenizou a indicação do vereador Luiz Gauterio, acrescentando alguns
pontos aonde vem a tona no momento na analise dos sete oito meses para finalizar
seu mandato, analisando a indicação do vereador Fernando Antonio onde no ano
passado se lembra de que ele fez a revindicação e tem notado que a casa vem
reiteradamente fazendo os requerimentos pedindo as coisas para que o Poder
Executivo faça as coisas, mas o tempo passa e as coisas não acontecem e se referiu não
somente o atual governo, e recordou que antes tinha a estrada do inferno e hoje virou
a estrada do paraíso e hoje não se conseguem cuidar das vicinais que tem, então não
se preparam a comunidade quer ver coisas concretas porque o beco do Barranco já
não estava com uma estrada calçada iluminada para o povo, não tem explicação o
povo quer mais que coisas pequenas, a hidroviária novamente estava recaindo os
cachorros dentro da hidroviária não tem o paradouro para lancha ambulância, não tem
um transporte mais adaptado as exigências dos usuários, parece que nada não
acontece não querendo ser negativista, mas o que acontece era trivial, o natural, vamos
recuperar escola, mas escola tem que ser recuperada o que seria do Município se não
tivesse escolas em condições, já somos alijados com nossa posição geográfica
passamos muitos problemas e necessidades e agora estavam com o polo naval

despontando e mais uma vez as coisas não acontecem, disse ao vereador Polis que não
era somente dinheiro para fazer as coisas tem que se ter iniciativa, na cidade não tem
um pórtico então as coisas parecem que não pegam o trampolim, mais a esperança
continua e estava para ver as coisas acontecer. Em votação. Aprovado por
unanimidade. Requerimento n°001/2020 de autoria do vereador Jorge Luiz Ritter
Penteado. Em discussão. O vereador Jorge Luiz Ritter Penteado disse ser um trabalho
simples onde sua assessoria e ele mesmo anda pelos locais e vem verificando que
muitos trabalhos e recuperações estavam sendo feitas pelo Executivo e a função era
levantar os problemas até para auxiliar, onde entende que a hidroviária era o cartão de
visita e relembrou que na esquerda da saída faltava se não mais de quinze lajotas e dia
que chovia as pessoas passava por dentro de água, e o governo foi ali e botou um
cimento no local e já resolveu e quer que se pinte a hidroviária e que se embeleza era
pouco dinheiro, não se custa grandes coisas para se fazer pequenas coisas e as
pequenas coisas somam bastante e relembro do Vidal Prefeito de Rio Grande que
ganhou as eleições e nem aparecia na pesquisa e depois ele arrumou Rio Grande
começando plantando flores e depois veio Wilson Branco, Fabio Branco, Janir o Rio
Grande deu um salto de qualidade, e faz a matéria para colaborar com o Executivo. O
vereador Neromar de Araújo Guimarães, falou que era simples mais eras muito
importante considera a hidroviária um dos pontos fundamentais onde se recebe quase
tosas as pessoas que chegam ao Município e por isso a importância da mesma estar
bem arrumada. O vereador Luiz Polis da Silva, falou que a hidroviária era o cartão
postal da chegada e parabenizou o proponente da matéria, pois às vezes poucas coisas
passam despercebidas então sempre era bom alertar os pequenos problemas. O
vereador Ildomar Xavier da Costa vem observando o aumento de turistas vindo a São
José do Norte onde constatou na ultima sexta feira um grupo de mais ou menos vinte
a trinta pessoas turistas esperando o ônibus para ir até a praia, e se depara na chegada
tinham muitas carências na aglomeração da hidroviária, na chegada entende que
deveria ter uma recepção agradável aos turistas, mas já tinham problemas com as
lanchas não se têm horários e respeito com o cidadão estava horrível, mas na chegada
então se fossem falar em relação a negatividade da hidroviária que era os cachorros
encima dos bancos e entende que precisa ser feito alguma coisa e sabe que o trabalho
era de recuperação na aparência do espaço, mas o local também precisa onde lembrou
que tinha uma lancheria no local e quantos não passaram ali e fez um lanche quando
tinha o Pai do Chico do Bom Preço e depois o Dario Borboleta e no outro espaço
tinham as artesãs então lembrou quando se fala no pórtico vem fazendo todos os anos
e acha não ser um trabalho simples e sim um trabalho de relevância de mostrar aos
turistas que graças a DEUS o Município estava tendo essa receptividade de turista e
recordou a balsa onde lembrou que o rodeio de bujuru teve retorno de pessoas de
outras cidades que começaram a voltar novamente pela questão da travessia. O

vereador Fernando Antônio Machado, falou ser critica construtiva e recordou da
lancha ambulância quando sai no local e precisa ter um local especial para a lancha
ambulância e esse tipo de critica soma todos e a comunidade quem ganharia com um
trabalho desses, sobre as lanchas acha que tinham que fazer uma reunião produtiva em
vários aspectos, pois quando não se trás os empresários para a conversa não adianta
virem e lembrou que o vereador Neromar foi conversar com a Empresaria foi bem
recebido e foi bem aberto o dialogo e da maneira que estava se colocando para
hidroviária ele coloca para as lanchas, pois não era fácil era difícil contentar todo
mundo. O vereador Paulo Roberto da Silva de Moraes disse ser uma revindicação
muito justa, mas tinham que trabalhar em conjunto neste momento entende que
devem pedir para que o Prefeito de Rio grande faça uma revitalização na Hidroviária
de Rio Grande, pois se aqui estava terrível lá estava péssimo parece que eles não
querem aceitar o povo de São José do Norte. O vereador Vitor Matheus Oliveira
Jabor, falou ser um trabalho importante e sem a critica ferrenha e recordou quando o
Pai da Prefeita estava no governo teve um dialogo com ele, pois no local estava
criando bastante sujeira no telhado, algumas plantas estava corroendo e fez o trabalho
entrou o secretário Irevi e na época ele foi lá e fez e muitas vezes não tem acesso e
precisam usar sim o plenário, pois esse era o papel do vereador, a fiscalização passa
também pelo patrimônio publico, no ano anterior fez o trabalho para que o Prefeito
Alexandre Lindenmeyer pudesse intervir a respeito da hidroviária de Rio Grande e o
mesmo ficou de fazer esse dialogo. O vereador Luiz Sidnei Bravo Gauterio Junior,
recordou dos usuários do local onde em atraso de lanchas as pessoas ficam esperando
nas ruas, a hidroviária precisaria de uma adequação de acolhimento, não adianta ter
um espaço e tal se não tem um sistema de transporte descente, regredindo muito no
sistema de transporte, pois as pessoas pagam muito e o descontentamento estava vivo
vem acompanhando, sempre disse que a transnorte era uma empresa nortense, mas
não estava respeitando a população nortense e não respeita porque pega suas lanchas
para fazer turismo enquanto as pessoas perdem consulta médicas chegam atrasadas na
escola os trabalhadores vêm cansados amontoados na lancha e era um desrespeito
enorme e o Município tem que dar a sua conta e vem discutindo há quanto tempo o
acolhimento da lanchinha ambulância um toldo um tapume já acolheu. Aparte o
vereador Fernando Antônio Machado falou quantas vezes trocaram o telhado da
subintendência agora estão tapando para colocar tudo novamente quanto dinheiro
botaram fora. O vereador Luiz Gauterio falou que ali era recurso de contrapartida do
licenciamento do estaleiro EBR que custou mais agora estão fazendo e espera que o
pedido seja atendido. O vereador Jorge Luiz Ritter Penteado se manifesfou um minuto
no trabalho e recordou fez três trabalhos pedindo um tapume, pois era vergonhoso
levar uma pessoa doente e passando frio, e agora a Empresa faria devido a um TAC
firmado no Ministério Publico e iria sair o trabalho. Falou dos cachorros na hidroviárias

que tem dias que não dava de entrar e sobre o bar onde compra uma água mineral nos
bares da volta, tem bares ai que, onde se toma um cafezinho e estava sugerindo era
uma ideia, o governo não tinha dinheiro para compra lajota passou cimento como
estava as fotos e estava fazendo seus trabalhos com fotos e botaram cimento e pelo
menos não tem mais água e querem arrumar as coisas simples. Em votação. Aprovado
por unanimidade. Requerimento n°002/2020 de autoria do vereador Ildomar Xavier da
Costa. Em discussão. O vereador Ildomar Xavier da Costa fez questão de ler com
calma, o que busca que a população que seriam contemplados ou impactado em cada
processo licitatório possa ter um acompanhamento de casa ou onde estiver não
precisa estar na licitação do dia para acompanhar o processo licitatório era um
trabalho que diante de tantos outros que apresentou e será protocolado na casa e
agradeceu ao Jonas Costa que estava sempre buscando e estudando condições de que
possam ajudar a população então nada mais que apresentar o projeto que traria
beneficio a comunidade, pois todos poderiam acompanhar em tempo real o processo
licitatório no Município. Em votação. Aprovado por unanimidade. Projeto de Lei
Ordinária Executivo n°001/2020 que altera a Lei n°874 de 23 de dezembro de 2019
–LOA 2020, incluindo nova fonte de recursos e dotações orçamentárias em ações já
existentes. Foi feita leitura do Parecer da Comissão do Parecer de Finanças Orçamento
e Tributação. O vereador Presidente Jorge Luiz Ritter Penteado antes de colocar o
parecer em discussão, esclareceu que o projeto de lei executivo foi retirado de pauta
na sessão extraordinária tendo em vista apresentação de uma proposta de emenda a
um projeto popular e retirou em atendimento a votação do próprio plenário que por
maioria decidiu que deveriam apreciar a proposta e todos os dias que ficou na casa
não foi apresentada nenhuma emenda por nenhum vereador e a comissão e a mesa
não tinha incumbência de determinar a comissão ou vereador que apresente uma
emenda e assim trouxeram para apresenta o projeto e ser apreciado ao plenário e seria
apresentado e colocou em discussão o parecer da comissão de finanças orçamento e
tributação. Em votação. Aprovado por unanimidade. Foi feita leitura do Parecer da
comissão permanente de constituição justiça e redação. Em discussão. Não houve
manifestação. Em votação. Aprovado por unanimidade. O vereador Presidente colocou
em discussão o projeto com os pareceres. O vereador Fernando Antônio Machado
estranhamente que o sindicato não estava presente, pois parece que nessa reunião que
teve no gabinete acertaram que não entraria emenda, estranho colocações do
sindicato agora no facebook junto aos funcionários falando dos senhores vereadores,
estranho uma reunião da associação no interior dizendo que os vereadores eram
contra, em momento algum nesta casa foi dito que votaria contra e não tem carta para
defender vereador Matheus Jabor e vereador Luiz, ninguém boicotou a compra da
maquina, não adianta mandar pedir para os vereadores e dizer que somente três
vereadores eram a favor e tem a gravação da reunião do Oriente, era assim que se

constrói não, e sim mostrando a cara e pedindo que estavam juntos e tem feito isso
sempre na casa, todos os projetos e tudo que vem do Executivo estava defendendo na
casa e falaria muito em explicações pessoais, gosta de justiça e não faz injustiça com
ninguém. O vereador Ildomar Xavier da Costa falou que juntamente com o vereador
Neromar Xavier da Costa e Assessora do vereador Fernando Antonio Machado, houve a
fala da Prefeita agradecendo os três vereadores que votaram a favor do parecer da
comissão, até porque nenhum vereador era contrario o projeto, e o mérito do voto era
de cada um da casa e não houve a fala de que havia vereador trancando a pauta ou
que seriam contrario, o que foi falado é que a prefeita agradeceu três vereadores que
votaram a favor do parecer da comissão naquele momento, e quando menciona o
vereador Neromar fez um questionamento que o vereador Matheus fez no seu discurso
e isso fica chato, como ficou chato no dia dos agricultores ser mencionado somente
dois nomes de vereadores e não foi falado isso e sim do voto sobre o parecer. Sua fala
foi de que cada agricultor pudesse conversar com o vereador para saber do projeto,
pois era muito disse me disse na rua, e o cidadão poderia conversar com o vereador
sobre o projeto e isso que falou no local, bem como o vereador Neromar poderia
explanar e estava tranquilo quanto a sua fala e sabe sempre buscar sua coerência no
que fala onde quer que seja não serve carapuça de questões que falou, pois não fala
nada nas costas de ninguém e não gosta que fala nas suas costas e a fala sobre voto se
não se engana foi a fala da Prefeita sobre o parecer da comissão, pois entende que o
voto era prerrogativa de cada vereador que definiria com a sua consciência. Disse da
reunião que ocorreu no Gabinete e a Prefeita abonaria as faltas e uma solicitação que o
Sindicato acolheu foi que encaminharia oficio pedindo a retirada da emenda. O
vereador Neromar de Araújo Guimarães, falou que vem andando pelo interior e as
pessoas perguntam e tinha certeza que o projeto seria aprovado e acha bom que
estarem debatendo e pediu aprovação dos mesmos e no seu entendimento o projeto
beneficia toda a comunidade de São José do Norte entende que cada um pensa pela
sua cabeça e assim deveria ser, ao mesmo tempo que representa uma comunidade
inteira representam grupos que acreditam na gente e por isso era preciso que se
portem com bastante coerência na casa e foi pela aprovação. O vereador Luiz Sidnei
Bravo Gautério Junior, falou para aquelas pessoas que eram alvo do conto da
Prefeita, que joga de uma forma muito desleal quando desde o inicio foi um costume
que ela pegou quando mandaram os projetos para contratação de médicos manda
para casa correndo o projeto as vezes vinham com vários erros gramaticais o projeto e
no final de contas votaram dois três projetos correndo e depois para fugir da
responsabilidade era da câmara, como se fizessem passes de mágica, mas a câmara
tinha um tramite e tem audiência publica, e sua fala primeira na audiência foi que era
favorável ao projeto e a Prefeita em sua live enquanto os servidores estão com salários
defasados ela gasta dinheiro publico para fazer mídia. Falou da origem do recurso que

vinha da venda do petróleo da internacionalização do patrimônio brasileiro e hoje a
Petrobrás hoje perdeu noventa e um bilhões de reais, era dinheiro em nota de cem que
não cabe num caminhão era um desmonte em poucas horas. Em 2003 o patrimônio da
Petrobrás era um décimo desse montante que estava atualmente e quer dizer que vota
a maquina seria comprada, mas as pessoas estavam pagando mais de cinco reais a
gasolina, o gás de cozinha estavam quase cem reais. Todos precisam das maquinas e
vota favorável, mas o dinheiro já estava na conta e a Prefeita estava se vitíma e o
dinheiro não iria fugir e todo esse movimento era de expor a câmara de não deixar a
população entender a origem do recurso e explicar a finalidade, esse recurso era da
venda do petróleo e dialoga diretamente com a carestia que estava o combustível e
vamos comprar as maquinas, mas que tenhamos noção que estava sendo feita uma
política de destruição do patrimônio nacional e do maior recurso que tinham nesse
País que era o petróleo e foi favorável a matéria, tinham setenta e cinco por cento dos
royalties do petróleo para educação e vinte e cinco por cento para a saúde e tinham e
não tem mais, mas a auto critica precisa ser feita, pois quem estava fazendo isso era o
Presidente que a Prefeita foi se abraçar e então que se comprem as maquinas para
ajudar a comunidade. O vereador Vitor Matheus Jabor falou que não foi a reunião
porque estava na FURG tem aula pela manhã e sabe que o vereador Luiz Gauterio
estava presente o qual tinham entendimento sobre o projeto e recebeu mensagem do
sindicato agradecendo a sua atuação, então não pode é deixar de falar que lamenta
diversas situações que ocorreram no exercício de tempo que este projeto entrou na
casa na mesma leva que falou o vereador Luiz Gauterio, mas sabe que as pessoas
chegavam nele não acreditando nesse discurso que eram contrario ao agricultor, pois
procura sempre estar atualizando o trabalho via rede social, e conseguiram um trator e
uma retro escavadeira junto ao secretario Ernani Polo no governo Sartorio, os
vereadores que se colocaram a favor do adiamento também tem o serviço prestado a
agricultura. Quando tinham o projeto de lei da recuperação do ginásio ele foi um dos
que já estando na oposição que seria favorável e o vereador Ildomar Xavier tinha
entendimento contrário no qual sempre respeitou e votou pedido dele sempre e não
teria sentido dar corda nenhuma ele sair nos bairros e dizer que o Ildo era contrário e
tem certeza que o vereador Ildomar também não fez, entende que o momento
acalorado exigia e optou por um caminho do meio no qual gostaria, pois tiveram um
avanço junto aos servidores municipais, pois era sabedor que o dinheiro estava na
conta da Prefeitura e nenhum vereador votaria contrario e hoje sabia que a Câmara
aprovaria e o Município adquiria a caçamba e a patrola e o Município e os agricultores
seriam contemplados e foi favorável a matéria. O vereador Luiz Polis da Silva ficou
feliz que o projeto seria aprovado para melhorar o maquinário que sabe que era
precário, pois entende que precisa muito mais maquina, mas esse maquinário que viria
ajudaria muito, parece que o Turismo estava começando andar no nosso Município

muita movimentação no decorrer dos finais de semana pessoas que passam na barca e
vão para capivaras, passinho, praia, barranco, várzea e acha que o Município tem que
dar condições de trafegabilidade nas estradas vicinais principalmente nos locais onde a
seca estava afetando o Município, pois a seca faz com que areia se movimente e
atrapalhe e foi favorável a matéria. O vereador Paulo Moraes, espera que o Executivo
use de bom senso que essa casa aprove o projeto sabendo que teria grande
repercussão política na comunidade, pois estavam às portas das eleições a
comunidade precisa saber separar as coisas, foi o Município agraciados com um milhão
de reais e como representantes do povo não podem trancar o recurso para que
chegasse a mão do administrado e dos Munícipes não era uma dádiva ou uma técnica
administrativa isso, o que aconteceu foi a nível nacional que chegou essa verba para o
Município e não uma formula mágica que surgiu no Passo Municipal as pessoas
precisam entender isso, quando votou na comissão contra a emenda, colocou ao
Plenário para que ele desse a palavra soberana ele e o vereador Polis e o vereador
Christino entenderam que a emenda modificaria o mérito e prejudicaria o projeto.
Entendendo que a prefeita teria pressa e não queriam trancar o projeto e o que
aconteceu que embora tivessem legitimidade abriram para o plenário e ficou muito
democrática a coisa tanto é que dias se passaram e hoje nem emenda existe mais, por
isso faz o comentário para que as pessoas separem as coisas e foi favorável ao projeto.
O vereador Christino Mattos de Azevedo falou sobre o projeto ouve muitos
comentários foi cobrado no rodeio de bujuru onde diziam que os vereadores estavam
mandando contra e explicou que apenas foi pedido um adiamento, e jamais seria
contrario a compra de maquinas e recordou o aluguel das maquinas do Prefeito Zeny
Oliveira e naquele momento quanto beneficio fez para o Município e hoje a Prefeita
quer uma patrola retro escavadeira a Fiat aquela que o Município consegue através do
Estado na época o Prefeito Zeny Oliveira ele locou e se chegar um projeto na casa para
comprar uma maquina daquelas ele era a favor e jamais seria contrário e tem certeza
que os demais vereadores não seriam contrário e os vereadores que pediram
adiamento talvez queriam estudar melhor o projeto. O vereador Jorge Luiz Ritter
Penteado, falou que tudo que aconteceu com relação ao projeto era culpa do
Executivo não da atual Prefeita e de todos que lá passaram e pede a DEUS quando
chegar lá que não seja assim, o dinheiro veio era do pré-sal veio para caixa estava no
banco na conta da Prefeitura então não havia sangria desatada oito dias estavam no
período da sessão ordinária e mesmo assim marcaram, ninguém quer atrapalhar o
crescimento do Município e não precisa essas correrias e o que foi feito era um ato
democrático que não podem fugir, foi uma audiência publica e que se levantou uma
ideia que não podia jogar no lixo e deram segmento a possibilidade de emenda e
nenhum vereador e nem a comissão fizeram e a mesa não tinha legitimidade para
obrigar alguém a fazer, estudou o projeto e em nada atrapalhou a compra da maquina,

apenas mostraram maturidade política e democrática, estavam a seis meses da eleição,
mas não precisam se digladiarem por voto, o voto vem naturalmente pelo que se fez
ao longo do tempo. A culpa é de lá, veio uma reunião seis de março as 16h50 veio
sexta feira e às oito e meia da manhã todos tinham nos seus e-mail e o Presidente
mandou e se alguém não olhou quem falou não foi a mesa e sim os assessores de
alguns vereadores se não foram avisados, e a maquina seria comprada e recebeu fotos
da estrada da várzea que estava horrível e hoje estavam lá as maquinas fazendo e isso
que se quer os vereadores levantam os problemas e solicitam o Executivo que se faça.
Andou por todo interior e os poços de água para os animais estavam quase secos e se
não chover dentro de oito dez dias tinham que mandar as maquinas fazer a situação
era critica tanto que a Prefeita já decretou estado de emergência por essa situação e
disse que ficou feliz pela nota do Sindicado embora a nota seja um tanto distorcida,
pois todos eram favorável aos servidores não é porque não foram a reunião que não
eram favorável, tanto que a Prefeita ventilou a possibilidade de reajustar o da servente
das merendeiras que foi um trabalho aprovado pela casa. Em votação. Aprovado por
unanimidade o Projeto de Lei Ordinária Executivo n°001/2020. O vereador Presidente
Jorge Luiz Ritter Penteado, falou que a ordem do dia estava encerrando, mais tinha
duas situações que foram constituídas na casa que eram para apurar irregularidades e
isso precisa ter andamento ou não pode deixar isso parado então como estava na
qualidade de Presidente precisam verificar. Foi feita leitura do acompanhamento de
denuncias apresentado por correspondência e da Resolução de Mesa n°006/2019. A
seguir foi feita Resolução de Mesa n°008/2019. O vereador Presidente disse que não
haveria necessidade de ler a denuncia e por isso precisam dar andamento. O vereador
Ildomar Xavier da Costa pediu a sua substituição por outros compromissos que tinha e
não conseguiria ter dedicação total e colocou sua vaga a disposição. O vereador Paulo
Moraes poderiam fazer uma reunião interna para rever a situação. O vereador
Presidente entende que era melhor retirar de pauta e por isso acatou a sugestão do
vereador Paulo Moraes e marcariam uma reunião interna para que convençam os
vereadores Explicações Pessoais: Em Explicações Pessoais, falaram os seguintes
Vereadores, na respectiva ordem: Vitor Matheus Jabor, Fernando Antônio Machado,
Ildomar Xavier da Costa, Jorge Luiz Ritter Penteado, Luiz Polis da Silva, Luiz Sidnei
Bravo Gauterio Junior e Neromar de Araújo Guimarães, cujos pronunciamentos
integrais encontram-se gravados em mídia digital, bem como, disponibilizados no Site
da Câmara Municipal de São José do Norte-RS (http://www.camarasjnorte.rs.gov.br).
Não havendo mais Vereadores inscritos para usar da palavra, o Vereador Presidente
Jorge Luiz Ritter Penteado declarou encerrada a presente Sessão Plenária Ordinária e
convocou os Vereadores para a próxima Sessão.

Share on print
Print